Buscar
Buscar

Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez

Por: R$ 39,90

Preço a vista: R$ 39,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 39,90
Outras formas de pagamento
Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez

Grupo Livros

AutorTabajara Ruas
ISBN9786556662589
TítuloPerseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez
EditoraL&Pm
Ano de Edição2022
IdiomaPortuguês
Número de Páginas136
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura21
Largura14
Profundidade1
Peso200
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopseUm clássico latino-americano Este livro está na lista dos trinta melhores romances brasileiros da conceituada revista literária Rascunho, organizada pelo escritor Luiz Ruffato. Também entrou na lista dos dez mais importantes personagens da literatura gaúcha do século XX, do jornal Zero Hora. Recebeu centenas de recomendações da crítica nacional e internacional, como a do poeta uruguaio Washington Benavides, que escreveu no El País de Montevidéu: “Já é hora de entender Perseguição e cerco a Juvêncio Gutierrez como um clássico latino-americano”. A L&PM Editores foi a primeira a publicar esta obra, trinta anos atrás, e agora tem a satisfação de apresentá-la para uma nova geração de leitores. História da fronteira gaúcha com a Argentina e o Uruguai, segue as atribulações de um adolescente no que parece ser uma narrativa de costumes, com seu cotidiano de um sábado de primavera em uma pequena cidade junto ao rio. Pouco a pouco, graças ao brilho da prosa e à força da narrativa, somos levados para o universo complexo e misterioso das mais profundas emoções humanas. É um dia de descobertas para o garoto, e cada descoberta também atinge o coração do leitor. A ambiguidade das relações humanas, o amor como forma de sofrimento e culpa, a morte e seu mistério são algumas das indagações com que se depara o menino nesse sábado de sol, festa e agonia na fronteira, quando abruptamente é convocado para o mundo dos adultos. A narrativa também é uma esplêndida homenagem às grandes histórias de gaúchos e ao pampa, escrita em “humilde prosa aristocrática”, como observou o crítico Juan Marín, do El País de Bogotá. Os Editores
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio