De segunda a sexta, das 08h às 18h

Sábado das 09h às 17h20

Exceto Feriados.

Siga a Vila

Buscar
Buscar

Letramento Racial: Uma Proposta de Reconstrução da Democracia Brasileira

Por: R$ 130,00

Preço a vista: R$ 130,00

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 130,00
Outras formas de pagamento
Letramento Racial: Uma Proposta de Reconstrução da Democracia Brasileira

Grupo Livros

ISBN9786553961777
TítuloLetramento Racial: Uma Proposta de Reconstrução da Democracia Brasileira
EditoraContracorrente
Ano de Edição2024
Número de Páginas386
Altura23
Largura16
Profundidade2
Peso410
Serie/Coleçãovazio
SinopseA EDITORA CONTRACORRENTE tem a satisfação de anunciar o lançamento da obra “Letramento Racial: uma proposta de reconstrução da democracia brasileira”, do aclamado jurista Adilson José Moreira. Redigido durante a estada do autor como professor visitante na Faculdade de Educação da Universidade de Stanford, o livro parte do conceito de letramento racial como um processo necessário para o aprimoramento da democracia brasileira, uma comunidade política bastante distante do ideal que nosso texto constitucional pretende alcançar. O letramento racial corresponderia a um tipo de gramática social capaz de desvelar mecanismos culturais e institucionais responsáveis por disparidades entre grupos raciais, bem como um conjunto de ações necessárias para a promoção da solidariedade cívica entre eles. Essa capacidade se mostra relevante para ações de combate aos fatores responsáveis pela opressão racial. O conceito de letramento racial possui, portanto, uma dimensão política porque procura promover transformações na lógica da operação das instituições democráticas; ele possui uma dimensão sociológica porque implica o conhecimento das formas como mecanismos sociais promover disparidades sociais. Ele certamente contém uma dimensão moral, uma vez que estabelece imperativos éticos que todos os membros de uma comunidade democraticamente organizada devem seguir.
Edição1
LivroDigitalvazio
Prevenda30 de Jul

Quem viu, também comprou