De segunda a sexta, das 08h às 18h

Sábado das 09h às 17h20

Exceto Feriados.

Siga a Vila

Buscar
Buscar

O Primeiro Golpe do Brasil: Como D. Pedro I Fechou a Constituinte, Prolongou o Escravismo e Agravou a Desigualdade Entre Nós

+-
O Primeiro Golpe do Brasil: Como D. Pedro I Fechou a Constituinte, Prolongou o Escravismo e Agravou a Desigualdade Entre Nós

Grupo Livros

AutorLessa Ricardo
ISBN9786586339192
TítuloO Primeiro Golpe do Brasil: Como D. Pedro I Fechou a Constituinte, Prolongou o Escravismo e Agravou a Desigualdade Entre Nós
EditoraMaquina de Livros
Ano de Edição2024
Número de Páginas176
Altura21
Largura14
Profundidade1,1
Peso285
Serie/Coleçãovazio
Sinopse“O primeiro golpe do Brasil” narra um período específico e definitivo da mal contada história do país, com impactos até os dias de hoje: o golpe de 1823, liderado pelo jovem português recém-coroado D. Pedro I. Com o manto de imperador, Pedro fechou a Assembleia Constituinte, que propunha um caminho liberal para o Brasil, perseguiu aliados e inspiradores, prendeu e baniu adversários, censurou a imprensa, cercou-se de conterrâneos despreparados, alimentou-se do escravismo e promoveu os escravistas. Por trás do oficialismo construído artificialmente, emerge uma figura que nada tem do herói garboso dos livros escolares. O autor, o premiado jornalista Ricardo Lessa, fez um minucioso trabalho de pesquisa em arquivos de vários países e revela os bastidores de um momento crítico do século 19, compreendidos entre a Independência, em 1822, e a Abdicação, em 1831. A partir de relatos da época e documentos, Lessa mostra que a cadeia de fatos desencadeada em 1823 reforçou o escravismo, a desigualdade e o elitismo no Brasil. O pano de fundo do livro é a disputa entre os que defendiam a manutenção dos privilégios da aristocracia e os republicanos constitucionalistas. Venceu o atraso, que nos ajuda a entender os últimos 200 anos do país.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou