De segunda a sexta, das 08h às 18h

Sábado das 09h às 17h20

Exceto Feriados.

Siga a Vila

Buscar
Buscar

O Livro Negro do Comunismo

Por: R$ 169,90

Preço a vista: R$ 169,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 169,90
Outras formas de pagamento
O Livro Negro do Comunismo

Grupo Livros

AutorStéphane… [Et. Al.] Courtois
ISBN9786558383079
TítuloO Livro Negro do Comunismo
EditoraDifel
Ano de Edição2024
IdiomaPortuguês
Número de Páginas952
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura22,5
Largura15,5
Profundidade4,5
Peso1200
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopseEm O livro negro do comunismo, Stéphane Courtois reúne sua pesquisa com as de outros pesquisadores renomados, entre eles Nicolas Werth e Jean-Louis Panné, e expõe a face sombria do comunismo.   O livro negro do comunismo não busca justificar ou encontrar causas para os atos cometidos sob a bandeira do comunismo. Tampouco pretende ser mais um capítulo na polêmica entre esquerda e direita, discutindo fundamentos ou teorias marxistas. Trata-se, sobretudo, de lançar luz a um saldo estarrecedor de mais de sete décadas de história de regimes comunistas: massacres em larga escala, deportações de populações inteiras para regiões sem a mínima condição de sobrevivência, fome e miséria que dizimaram milhões, enfim, a aniquilação de homens, mulheres, crianças, soldados, camponeses, religiosos, presos políticos e todos aqueles que, pelas mais diversas razões, se encontraram no caminho de implantação do que, paradoxalmente, nascera como promessa de redenção e esperança. Em edição revisada e com capa nova, O livro negro do comunismo traz uma vasta e complexa pesquisa — os locais, as datas, os fatos, os carrascos, as vítimas contadas às dezenas de milhões na URSS e na China, e os milhões em pequenos países como a Coreia do Norte e o Camboja. Além disso, a obra é amparada por um encarte de 32 páginas com cerca de 80 imagens e por mapas que situam e oferecem ainda mais embasamento ao leitor.   Publicado originalmente na França, no momento em que a Revolução de Outubro de 1917 completava 80 anos, O livro negro do comunismo logo se tornou sucesso de livraria, com enorme repercussão, e deflagrou diversas polêmicas. Com mais de um milhão de exemplares vendidos no mundo e traduzido para mais de 25 idiomas, O livro negro do comunismo se consagrou e segue como uma obra referencial em estudos sobre o tema até os dias atuais, desempenhando um papel fundamental na compreensão das tragédias e complexidades do século XX.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou