De segunda a sexta, das 08h às 18h

Sábado das 09h às 17h20

Exceto Feriados.

Siga a Vila

Buscar
Buscar

A Reforma Inacabada: o Futuro da Previdência Social no Brasil

Por: R$ 84,90

Preço a vista: R$ 84,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 84,90
Outras formas de pagamento
A Reforma Inacabada: o Futuro da Previdência Social no Brasil

Grupo Livros

AutorFabio Giambiagi, Marcos Mendes, Paulo Tafner
ISBN9788550823119
TítuloA Reforma Inacabada: o Futuro da Previdência Social no Brasil
EditoraAlta Books
Ano de Edição2024
IdiomaPortuguês
Número de Páginas336
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura16
Profundidade1,6
Peso460
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopsePaulo Tafner e Fabio Giambiagi estão entre os maiores estudiosos da Previdência Social no país. Poucos economistas acompanharam o tema por tanto tempo e com tanta profundidade. Também estão entre os poucos que foram além da posição de pesquisadores sobre o tema. Participaram das discussões que levaram à reformulação da estrutura de benefícios da aposentadoria no Brasil e municiaram os legisladores responsáveis pela reforma de 2019. Nesta nova publicação, a dupla reúne um abundante conjunto de informações para demonstrar que aquela reforma não terminou. Os dados são subsídios para um debate crítico e racional, não apenas sobre a estrutura das contas públicas e da participação dos benefícios previdenciários nelas, mas também, e principalmente, sobre as obrigações e os custos da longevidade para todos os envolvidos na política pública, de quem oferece a quem recebe. Em síntese, este livro encara o desafio de tentar responder à pergunta que quase ninguém quer discutir: como lidar com o desafio de ter um número cada vez maior de brasileiros vivendo mais, em um país ainda repleto de carências e marcado por uma desigualdade crônica? Mesmo que os autores não tratem especificamente da questão, o livro também é um fértil ponto de partida para uma reflexão maior e fundamental no século XXI – até que ponto da vida cidadãos que terão a oportunidade de viver com saúde por 80, 90, 100 anos podem e querem trabalhar antes de recorrerem ao merecido descanso remunerado. Alexa Salomão — Repórter especial da Folha de S.Paulo
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou