0
0
Viagem Ao Redor do Meu Quarto
Autor:
Editora:
Cód:
9786555250299

Viagem Ao Redor do Meu Quarto

Autor:
Editora:
Cód:
9786555250299

Disponibilidade

Não é possível calcular o valor do Frete para o CEP informadoPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

Por: R$ 44,00

Preço a vista: R$ 44,00

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 44,00
Outras formas de pagamento
Opções de pagamento >
Comprar
Sinopse
Ficha Técnica

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Sinopse

Descrição do Produto

Viagem Ao Redor do Meu Quarto

Grupo Livros

AutorXavier de Maistre
ISBN9786555250299
TítuloViagem Ao Redor do Meu Quarto
EditoraEditora 34
Ano de Edição2020
IdiomaPortuguês
Número de Páginas88
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura22,5
Largura15
Profundidade0,6
Peso150
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseConfinado em seu quarto após se envolver num imbroglio pré-carnavalesco (devidamente seguido de duelo), um oficial de família nobre vinga-se do aperto castrense e do despeito amoroso escrevendo um pequeno prodígio de leveza verbal e garantindo seu posto ? singular, vale dizer ? nas letras francesas. Parece bem contado demais para ser verdade, mas assim nasceu esta Viagem ao redor do meu quarto. Redigido na fortaleza de Turim e publicado pela primeira vez em 1795, o livrinho do tenente (e conde) Xavier de Maistre (1763-1852) é um exercício de risonha subversão de hierarquias, sejam elas militares, metafísicas ou literárias. Zombando das circunstâncias, o autor transforma os quarenta e dois dias de castigo em ponto de partida para uma paródia dos relatos de viagem, das dissertações eruditas e dos tratados de filosofia, confrontados aqui ao zigue-zague dos caprichos, ao curso errático dos pensamentos ou ainda às inclinações incontornáveis do corpo. Aos poucos, o sentimento e a fantasia vão tomando conta do cenário com uma irreverência que, sendo graciosa como só o século XVIII sabia ser, mostrou-se cheia de sugestões sediciosas para as gerações seguintes: Nietzsche foi leitor da Viagem, e Machado de Assis havia de saber o que estava fazendo quando inscreveu suas Memórias póstumas de Brás Cubas na linhagem da “forma livre de um Sterne ou de um Xavier de Maistre”. “A Viagem ao redor do meu quarto é uma das autobiografias mais originais e atrevidas já escritas.” (Susan Sontag)
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou