Buscar
Buscar

Urgentes Preparativos para o Fim do Mundo

Por: R$ 53,00

Preço a vista: R$ 53,00

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 53,00
Outras formas de pagamento
Urgentes Preparativos para o Fim do Mundo

Grupo Livros

AutorInácio Araujo
ISBN9788573214420
TítuloUrgentes Preparativos para o Fim do Mundo
EditoraIluminuras
Ano de Edição2021
IdiomaPortuguês
Número de Páginas160
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura22,5
Largura13,5
Profundidade5
Peso50
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
Sinopse Há pelo menos três maneiras de ler os contos de Urgentes preparativos para o fim do mundo, de Inácio Araujo.    A primeira consiste em se deixar levar pelas treze histórias surpreendentes e divertidas – que ora flertam com a narrativa fantástica, ora com a crônica de costumes, às vezes com o drama metafísico, outras com a metaficção –, tecidas com um elenco de personagens desafortunados, inadaptados ou simplesmente loucos.    Uma leitura mais detida consiste em seguir a fabulação irônica do autor, feita de lances inesperados, encadeamentos absurdos e vozes narrativas ladinas, que ao mesmo tempo confessam e enganam, seduzem e repelem, tornando o leitor um misto de juiz e comparsa de seus atos e pensamentos.    Por fim, mergulhando um pouco mais ao fundo, o que encontramos nestas histórias é uma inquietante reflexão sobre a condição humana, sintetizada pela epígrafe do livro, extraída dos Ensaios, de Montaigne: “Tudo abraçamos, mas só vento agarramos”.     Conto após conto, o autor constrói um aparelho narrativo que permite refletir sobre o esgotamento de nossas antigas convicções, sejam as da política, da moral ou da religião, e sobre as novas e estapafúrdias esperanças que vão surgindo, igualmente condenadas à ruína.     Movido por um ceticismo implacável, Araujo vasculha este nosso mundo para exibir a comédia sem fim em que nos metemos, na qual a história acabou por se converter em logro, o presente em desconsolo e o futuro em delírio.     Ora atônitos, ora desencantados, os personagens do livro também incitam a meditar sobre a potência do tempo e a fragilidade do olhar subjetivo. E é importante notar que o próprio tempo foi cúmplice na elaboração dos contos, que começaram a ser escritos em 1987, logo após a publicação de Casa de Meninas, o romance de estreia de Araujo, prêmio de autor revelação da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).    Colocadas de lado naquela época, as histórias foram retomadas pelo autor mais de duas décadas depois e retrabalhadas nos últimos sete anos até que atingissem a melhor decantação, a forma precisa e arrebatadora que o leitor encontrará em Urgentes Preparativos para o fim do mundo.  Alcino Leite Neto Os pequenos Fazemos tudo de que os outros são capazes, e o fato de sermos um povo de pequena estatura não prejudica de forma alguma nosso desenvolvimento intelectual ou físico. Apenas que somos levados
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio