Buscar
Buscar

A Ultima Tentação

Por: R$ 69,00

Preço a vista: R$ 69,00

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 69,00
Outras formas de pagamento
Ultima Tentação, a

Grupo Livros

AutorNikos Kazantzákis
ISBN9788561578480
TítuloA Ultima Tentação
EditoraGrua Livros
Ano de Edição2015
IdiomaPortuguês
Número de Páginas520
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura15,5
Profundidade2,7
Peso780
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseFilho de Maria e José, Jesus de Nazaré é um carpinteiro que manufatura as cruzes em que são crucificados os judeus rebeldes à Roma. Desprezado por seu povo, mistérios o cercam desde seu nascimento. O bastão de seu pai que floriu no dia do casamento, sua incursão aos 12 anos na sinagoga em que se mostrou um sábio, as vozes que parece ouvir. Quando deixa a casa da mãe, seguindo o chamamento que lhe atormenta desde pequeno, vai para o deserto para entender quem ele é. Seu contraponto é Judas, um homenzarrão de barba e cabelos ruivos, apresentado como um guerrilheiro que espera um Messias que ponha fogo em Roma. Ele acompanha com o olhar severo cada passo de Jesus. A volta do mosteiro, os sermões e parábolas que juntam multidões, os milagres, o batismo por João Batista, a chegada de Pedro, Tiago, André, João e demais apóstolos. Por fim ele cumpre o que lhe é exigido e leva Jesus à crucificação. O combate entre corpo e alma, ou espírito e carne, ou divindade e homem é um dos pilares da obra de Nikos Kazantzákis, o maior escritor grego do século XX. Reconstruindo a trajetória de Jesus, cuja vida, mais que qualquer outra, mudou para sempre a história da humanidade, o autor leva esse conflito à consequência mais radical: Jesus viveu as angústias, dúvidas e fraquezas dos homens e teve de enfrentar, até o último instante, a grande Tentação, que seria levar uma vida comum. Publicado pela primeira vez em 1951 em Oslo, o livro valeu ao autor um processo de excomunhão na igreja ortodoxa grega, arquivado pelo Patriarca da Igreja, quando chegou às suas mãos. O estigma de herege e sacrílego acompanhou Kazantzákis mesmo depois de sua morte. A razão principal do processo foi sua descrição de um Jesus demasiadamente humano. Nas próprias palavras do autor, A ÚLTIMA TENTAÇÃO não é uma biografia, mas uma “confissão de combatente”.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio