Tatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos D - Tatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos de Concentração
Autor:
Cód:
9788542215694

35%

Tatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos D - Tatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos de Concentração

Autor:
Cód:
9788542215694

Disponibilidade

Não é possível calcular o valor do Frete para o CEP informadoPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

De: R$ 47,90Por: R$ 31,14

Preço a vista: R$ 31,14

Economia de R$ 16,76

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 31,14
Outras formas de pagamento
Opções de pagamento >
Comprar
Sinopse
Ficha Técnica

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Sinopse

Descrição do Produto

Tatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos de Concentração

Grupo Livros

AutorHeather Morris
ISBN9788542215694
TítuloTatuador de Auschwitz, o - Baseado na História Real de Um Amor Que Desafiou os Horrores dos Campos de Concentração
EditoraPlaneta (Brasil)
Ano de Edição2019
IdiomaPortuguês
Número de Páginas240
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura16
Profundidade1,45
Peso360
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
Sinopse"A incrível história, baseada em fatos, de um amor que os cruéis muros de Auschwitz não foram capazes de impedir Nesse romance histórico, um testemunho da coragem daqueles que ousaram enfrentar o sistema da Alemanha nazista, o leitor será conduzido pelos horrores vividos dentro dos campos de concentração da Alemanha nazista e verá que o amor não pode ser limitado por muros e cercas. Lale Sokolov e Gita Fuhrmannova, dois judeus eslovacos, se conheceram em um dos mais terríveis lugares que a humanidade já viu: o campo de concentração e extermínio de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial. No campo, Lale foi incumbido de tatuar os números de série dos prisioneiros que chegavam, trazidos pelos nazistas – literalmente marcando na pele das vítimas o que se tornaria um grande símbolo do Holocausto. Ainda que fosse acusado de compactuar com os carcereiros, Lale, no entanto, aproveitava sua posição privilegiada para ajudar outros prisioneiros, trocando joias e dinheiro por comida para mantê-los vivos e designando funções administrativas para poupar seus companheiros do trabalho braçal do campo. Nesse ambiente, feito para destruir tudo o que nele tocasse, Lale e Gita viveram um amor proibido, permitindo-se viver mesmo sabendo que a morte era iminente."
Edição2
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou