Buscar
Buscar

Para Que Felicidade? - Se Voce a Procura, Aprenda a Transformar a Melancolia em Criatividade e Seja Feliz!

Por: R$ 40,00

Preço a vista: R$ 40,00

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 40,00
Outras formas de pagamento
Para Que Felicidade? - Se Voce a Procura, Aprenda a Transformar a Melancolia em Criatividade e Seja Feliz!

Grupo Livros

AutorEric G. Wilson
ISBN9788535228786
TítuloPara Que Felicidade? - Se Voce a Procura, Aprenda a Transformar a Melancolia em Criatividade e Seja Feliz!
EditoraCampus
Ano de Edição2008
IdiomaPortuguês
Número de Páginas144
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura16
Profundidade0,86
Peso260
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseTodos nós buscamos a felicidade. Quando não estamos engolindo pílulas, estamos consultando novos estudos científicos, que desconsideram a possibilidade de buscarmos outra coisa que não a felicidade, ou lendo livros de auto-ajuda, escritos por desde filósofos de gabinete e psicólogos clínicos até o Dalai Lama - sobre como alcançar uma vida livre de problemas: O que nos faz felizes; Felicidade autêntica: usando a nova psicologia positiva para a realização permanente; A arte da felicidade: um manual para a vida. Só os títulos já mostram um retrato sombrio da guerra travada contra a melancolia. Mais do que em qualquer geração anterior, as pessoas hoje acreditam no poder transformador do pensamento positivo. Mas quem disse que nós devemos ser felizes? Em Para que felicidade?, Eric G. Wilson argumenta que a melancolia é necessária para o êxito de qualquer cultura; que é a musa da grande literatura, da música, da pintura, e das inovações; e que é a força por trás de todos os insights originais. Francisco Goya, Emily Dickinson, Marcel Proust e Abraham Lincoln – todos eram comprovadamente melancólicos. Então, aceitemos nosso lado depressivo como a fonte abundante de criatividade que ele é. O que a maior parte das pessoas toma por contentamento, afirma Wilson, é uma espécie de morte em vida, e o que a maioria vê como depressão é uma força vital.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio