Buscar
Buscar

flag-expressa

Os Dois Mundos de Isabel: a Saga da Menina Que Nasceu no Sertão Mineiro, em 1924, e com Apenas 9 Anos Passou a Ver e Ouvir Coisas Que Ninguém Compreendia

Por: R$ 39,90

Preço a vista: R$ 39,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 39,90
Outras formas de pagamento
Sinopse
Ficha Técnica
Os Dois Mundos de Isabel: a Saga da Menina Que Nasceu no Sertão Mineiro, em 1924, e com Apenas 9 Anos Passou a Ver e Ouvir Coisas Que Ninguém Compreendia

Grupo Livros

AutorDaniela Arbex
ISBN9788551006580
TítuloOs Dois Mundos de Isabel: a Saga da Menina Que Nasceu no Sertão Mineiro, em 1924, e com Apenas 9 Anos Passou a Ver e Ouvir Coisas Que Ninguém Compreendia
EditoraIntrínseca
Ano de Edição2020
IdiomaPortuguês
Número de Páginas304
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura15,5
Profundidade1,5
Peso415
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseA primeira biografia da premiada jornalista Daniela Arbex narra a história da brasileira centenária que ergueu a voz para ajudar milhares de pessoas Nascida no interior de Minas Gerais, em 1924, Isabel Salomão de Campos e´ da primeira geração de brasileiros de uma família de imigrantes libaneses. Criada no sertão mineiro, em uma fazenda, a menina mostrou ser diferente desde pequena. Aos 9 anos via e ouvia coisas que não conseguia explicar, benzia pessoas sem acesso a remédios e a cuidados médicos, e, aos 14, conseguiu sozinha a autorização do prefeito de sua cidade para criar uma escola para os filhos dos colonos. A professora seria ela própria. Foi no início da vida adulta que Isabel teve um entendimento mais amplo da sua vocação. Quando descobriu que as tais “coisas” que via desde a infância eram espíritos se comunicando com ela, Isabel deu início a um longo processo de aprendizado no espiritismo, sendo a primeira mulher a erguer publicamente sua voz para falar deste mundo invisível. Sua vida foi marcada pela luta contra o preconceito religioso e contra a invisibilidade imposta às mulheres. Obstinada, ela criou outras duas escolas, retirou mais de 500 crianças das ruas ao longo de toda a vida e construiu uma rede de solidariedade que atende famílias em situação de vulnerabilidade social em mais de 40 bairros de Juiz de Fora, cidade onde Isabel ainda mora e onde fundou a Casa do Caminho, um centro não só para celebração da sua fé´, mas de acolhimento. Jornalista investigativa premiada, conhecida por dar voz aos excluídos, Daniela Arbex remonta a história de Isabel e de muitos dos que foram influenciados por seu trabalho. Entre relatos de fé, cura e conforto espiritual ou de simples admiração por uma vida inteira dedicada ao outro, Os dois mundos de Isabel e´ uma biografia que dialoga com muitas histórias brasileiras. Com prefácio de Caco Barcellos, o livro é, sobretudo, uma narrativa de coragem. Em tempos de violência e intolerância, falar sobre uma mulher que lutou com a única arma que tinha — o amor — e´, no mínimo, revolucionário. “Os dois mundos de Isabel e´ resultado da imersão de Daniela Arbex na vida de uma brasileira centenária, que alterna duas trajetórias repletas de histórias extraordinárias.” CACO BARCELLOS “Em tempos de recrudescimento da misoginia, da desatenção aos vulneráveis, da intolerância religiosa, Daniela Arbex nos apresenta o protagonismo feminino ancorado na generosidade e na doutrina espírita. Essa alquimia torna esse livro n
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio