Buscar
Buscar

entrega-expressa

Ode Mundana

Por: R$ 39,90

Preço a vista: R$ 39,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 39,90
Outras formas de pagamento
Ode Mundana

Grupo Livros

AutorLuiz Felipe Leprevost
ISBN9786586526585
TítuloOde Mundana
EditoraKotter
Ano de Edição2020
IdiomaPortuguês
Número de Páginas110
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura21
Largura14
Profundidade1
Peso200
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
Sinopsetermo ‘Mundana’ aqui se move mais na direção de sua raiz latina do que ao uso corrente que fazemos das derivações dela. É uma ODE DO MUNDO ou AO MUNDO e abre com uma epígrafe de Leopoldo Panero com a qual vamos dialogar em espelho aqui através de outra: “el bisturi em la frente para ver” esse é um livro escrito com o bisturi na testa para poder ver. Conversa visceralmente com os manifestos de Jello Biafra da banda Dead Kennedys e com as canções primais de Redson da banda Cólera, com as canções dos dois primeiros discos da banda Nirvana e também com os dez discos iniciais de Rogério Skylab. Leprevost estabelece uma espécie de conversa com as parcas e as fúrias que estão fumando maconha dentro de um quadro de Bosch, a fumaça escreve algo melhor do que este posfácio, convido todos e todas a contemplarem o nó que ela faz significando vida. Uma fúria soprou estes poemas para ele. É praticamente impossível dissociar o corpo da voz escrita, um urso que engole fogo e depois come orquídeas escreveu esse livro. Como o mundo dentro do título do livro, este posfácio acabou e ainda assim continua. Alguns poemas aqui parecem conversar com outros poemas dentro deles, como uma mãe conversa com o filho no ventre, não será difícil para o leitor-leitora pressentir o poema dentro do poema é como se o autor desejasse que vocês roubassem o poema interior dentro do poema escrito. E a cada vez que alguém-alguma vomitasse a palavra ‘mito’ poderíamos responder: “o vento morteiro/ o império dos bueiros” ou “e esses pratos de pacto de sangue da política/ custam no mínimo os olhos da cara”. Este livro é também a transfiguração do jovem que o escreveu no homem delicado e perigosíssimo que soube converter sua tristeza e cansaço em energia da recusa e através dela, estes poemas respiram seu próprio hálito no meio da rua.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou