Buscar
Buscar

entrega-expressa

O Mito da Perfeição: Liberte-Se da Exaustiva Prática da Comparação

Por: R$ 54,90

Preço a vista: R$ 54,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 54,90
Outras formas de pagamento
O Mito da Perfeição: Liberte-Se da Exaustiva Prática da Comparação

Grupo Livros

AutorRichella J. Parham
ISBN9786559880447
TítuloO Mito da Perfeição: Liberte-Se da Exaustiva Prática da Comparação
EditoraMundo Cristão
Ano de Edição2021
IdiomaPortuguês
Número de Páginas192
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura20,5
Largura13,7
Profundidade1
Peso212
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopseTodos estamos expostos à realidade fantasiosa das redes sociais. Trata-se de um universo paralelo que ressignificou o conceito de amizade, impôs um novo padrão de beleza e favoreceu as demonstrações recorrentes da suposta felicidade alheia. Nesse mundo asséptico e homogeneizado, seres humanos normais sofrem para serem aceitos como realmente são. Na tentativa de ajustar-se aos padrões de beleza e de comportamento, nada mais fácil e perigoso do que se deixar atrair pela armadilha da comparação. E pode ter certeza de que você está sendo vítima dessa armadilha se, como acontecia com Richella Parham, você tende a comparar-se com as realizações de uma pessoa, com a aparência de outra, com as habilidades de uma terceira... e por aí vai, num ciclo contínuo de comparações e frustrações. Richella Parham sofreu até compreender como enfrentar essa tendência de não aceitação de si mesma e de hipervalorização dos outros, e decidiu compartilhar conosco a jornada que empreendeu para tornar-se alguém mais confiante em Deus e grata por ser quem é. De forma prática e sensível, ela poderá ajudar-nos a romper com hábitos que nos consomem por dentro e nos impedem de atingir o potencial de vida que Deus nos oferece.  Todos vivemos com a suposição de que somos menos do que aceitáveis, de que deveríamos ser como outras pessoas, de que deveríamos ser diferentes e melhores. Nossos julgamentos às vezes são ilógicos, até mesmo irracionais. Comparamos nossos esforços amadores com a experiência profissional de alguém, nossa situação de iniciante com a posição avançada de outro. Nós nos pesamos na balança e sempre concluímos que nos falta algo. Ao observar a mim mesma e a meus amigos, percebi que esse jeito de viver era absolutamente exaustivo. Tentar estar à altura de tantos padrões diferentes não nos ajuda a atingir esses padrões; apenas nos cansa. Richella Parham
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio