Na Raça - Como Guilherme Benchimol Criou a Xp e Iniciou a Maior Revolução do Mercado Financeiro Brasileiro
Autor:
Editora:
Cód:
9788551006054

Na Raça - Como Guilherme Benchimol Criou a Xp e Iniciou a Maior Revolução do Mercado Financeiro Brasileiro

Autor:
Editora:
Cód:
9788551006054

Disponibilidade

Não é possível calcular o valor do Frete para o CEP informadoPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

Por: R$ 49,90

Preço a vista: R$ 49,90

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 49,90
Outras formas de pagamento
Opções de pagamento >
Comprar
Sinopse
Ficha Técnica

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Sinopse

Descrição do Produto

Na Raça - Como Guilherme Benchimol Criou a Xp e Iniciou a Maior Revolução do Mercado Financeiro Brasileiro

Grupo Livros

AutorMaria Luíza Filgueiras
ISBN9788551006054
TítuloNa Raça - Como Guilherme Benchimol Criou a Xp e Iniciou a Maior Revolução do Mercado Financeiro Brasileiro
EditoraIntrínseca
Ano de Edição2019
Número de Páginas240
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura15,5
Profundidade1,4
Peso360
FormatoFísico
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseEm reportagem inédita, a história de um dos maiores bancos de investimento do Brasil, desde o início modesto até se tornar uma empresa que hoje vale cerca de R$ 40 bilhões. Uma das mais bem-sucedidas histórias de empreendedorismo do Brasil começou com uma demissão. Em 2001, o carioca Guilherme Benchimol iniciava sua carreira no mercado financeiro carioca quando perdeu o emprego. Envergonhado e à beira da depressão, ele decidiu fugir do Rio de Janeiro: pegou o carro e dirigiu mais de 20 horas até Porto Alegre, onde, longe dos principais centros financeiros do país, fundou uma modesta empresa de investimentos, a XP, numa salinha de 25 metros quadrados. Hoje, a XP vale cerca de 40 bilhões de reais — e Guilherme é multibilionário. Maria Luíza Filgueiras narra essa trajetória de sucesso, marcada por muitos momentos de dificuldade. Nos primeiros anos, Guilherme topava qualquer coisa para evitar a falência da empresa. Comprou e vendeu vales-refeição na porta de fábricas, panfletou nos bairros chiques da cidade, vendeu o carro para pagar as contas, pediu dinheiro para amigos. Nos anos seguintes, trocou sócios, engordou, emagreceu, quase pifou. Foi tudo, como ele mesmo costuma dizer, “na raça”. Uma década depois da fundação, a XP deu origem a uma revolução, tirando centenas de milhares de clientes dos bancos — movimento que prova que essa história está longe de chegar ao fim.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou