Buscar
Buscar

Moça Deitada na Grama

+-
Sinopse
Ficha Técnica
Moça Deitada na Grama

Grupo Livros

AutorCarlos Drummond de Andrade
ISBN9788535934267
TítuloMoça Deitada na Grama
EditoraCompanhia das Letras
Ano de Edição2020
IdiomaPortuguês
Número de Páginas208
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura21
Largura14
Profundidade1,2
Peso254
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseNessas crônicas escritas já na maturidade, Drummond lança seu olhar para o Rio de Janeiro e seus personagens. Carlos Drummond de Andrade inaugura este volume contemplando uma moça esparramada na grama: “Eu vi e achei lindo. Fiquei repetindo para meu deleite pessoal: ‘Moça deitada na grama. Moça deitada na grama. Deitada na grama. Na grama’. Pois o espetáculo me embevecia. Não é qualquer coisa que me embevece, a esta altura da vida”. Essa e outras situações irrompem nas crônicas de Drummond para provar que a realidade também é feita de lirismo — e vice-versa. Derradeiro livro entregue à editora, em 1987, Moça deitada na grama é uma seleção das últimas crônicas escritas pelo poeta, que por décadas colaborou para os jornais mais relevantes do país. O insólito e o lírico são faces de uma mesma moeda nestes textos que descrevem o Rio de Janeiro e seus moradores, em situações cômicas e despretensiosas, com boas doses de filosofia. Posfácio de Carola Saavedra.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio