Buscar
Buscar

Maria Stuart

Por: R$ 74,90

Preço a vista: R$ 74,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 74,90
Outras formas de pagamento
Sinopse
Ficha Técnica
Maria Stuart

Grupo Livros

AutorStefan Zweig
ISBN9788503013482
TítuloMaria Stuart
EditoraJosé Olympio
Ano de Edição2018
IdiomaPortuguês
Número de Páginas364
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura15,5
Profundidade2
Peso460
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseCheio de intrigas e reviravoltas políticas, Maria Stuart é um excelente retrato biográfico de uma das rainhas mais emblemáticas da Escócia. Certas tragédias históricas, pela enorme repercussão que provocam ao longo dos tempos, se transformam em mistérios quase insondáveis. É decerto o que ocorre com a tormenta de Maria Stuart, rainha da Escócia, condenada por traição e executada aos 44 anos. Mantida em cativeiro por vinte anos por sua prima, Elizabeth I, rainha da Inglaterra, Maria Stuart passou a vida envolvida em lutas pelo poder que sacudiram as fundações da Renascença europeia. Centenas de livros, romances, ensaios e peças de teatro já foram escritos sobre Maria Stuart, apresentando-a ora como assassina, ora como mártir, ora como política intrigante, ora como verdadeira santa. Com o rigor de um cientista e a sensibilidade de um artista, Stefan Zweig procura ater-se mais à figura da mulher Maria Stuart, ricamente contraditória nos momentos decisivos de sua vida e na hora sombria de sua morte.Zweig, que procurou iluminar a lenda que foi essa rainha, traça um perfil psicológico da protagonista, transformando sua biografia em uma espécie de thriller, apresentando Maria como uma mulher forte e determinada para sua época, que cria seu prórprio destino, mas acaba tendo um fim triste.Maria Stuart não é mais uma tentaiva de buscar a verdade histórica. Zweig estava ciente de como essa verdade é variável, ao saber do tempo e das conveniências. Trata-se de um livro apaixonante sobre uma peronsagem apaixonada. Stefan Zweig sempre se preocupou mais com o ''sinto, logo existo'' do que com o ''penso, logo existo''.Como ele diz, "na história duma existência, só importam os momentos de vida intensa, decisivos; por isso ela só é narrada com exatidão quando vista neles e deles. Somente quando um ente humano põe em jogo todas as suas forças, está realmente vivo para si e para os outros; somente quando dentro dele a alma arde, é que se exterioriza sua personalidade".
Edição4
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou