Frases Desfeitas - Mais de 1000 Frases, Aforismos e Máximas para Ler Antes de Morrer de Rir.
Autor:
Editora:
Cód:
9788593675218

Frases Desfeitas - Mais de 1000 Frases, Aforismos e Máximas para Ler Antes de Morrer de Rir.

Autor:
Editora:
Cód:
9788593675218

Disponibilidade

Não é possível calcular o valor do Frete para o CEP informadoPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

Por: R$ 39,90

Preço a vista: R$ 39,90

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 39,90
Outras formas de pagamento
Opções de pagamento >
Comprar
Sinopse
Ficha Técnica

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Sinopse

Descrição do Produto

Frases Desfeitas - Mais de 1000 Frases, Aforismos e Máximas para Ler Antes de Morrer de Rir.

Grupo Livros

AutorCarlos Castelo
ISBN9788593675218
TítuloFrases Desfeitas - Mais de 1000 Frases, Aforismos e Máximas para Ler Antes de Morrer de Rir.
EditoraNoir Editora
Ano de Edição2018
IdiomaPortuguês
Número de Páginas256
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura18
Largura11
Profundidade1,5
Peso384
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseMáxima, sentença, adágio, apotegma. Esses termos meio vetustos servem para descrever um dos mais ilustres gêneros literários: o aforismo – ou seja, a frase curta, a tirada de espírito, cheia de agudeza e ironia. Aforismos mostram o avesso do avesso das coisas, são clichês em negativo, antídotos contra o senso comum e o pedantismo. Nossos melhores aforistas são aqueles que rejeitam a machadiana “teoria do medalhão” (um saber postiço e vazio) e preferem a tirada sarcástica feita no calor da hora, a observação sobre situações concretas, revolvendo nosso ridículo e nossas pretensões. É nesse time que joga o compositor, publicitário e escritor Carlos Castelo, autor de Frases Desfeitas. Quem conhece o seu trabalho como letrista do conjunto Língua de Trapo sabe que a esculhambação e o humor dessas letras estão cheias de menções que exigem ouvintes com um mínimo de repertório. Em Frases Desfeitas, a toada é a mesma. O que o coloca Castelo no distinto rol de Millôr e Verissimo é justamente a linguagem desinflada, a piada desentranhada da fala da rua e da retórica oficialesca, em suma, o faro para o cômico e para as contradições do presente – satirizados na linguagem do presente. Se bem que, do jeito que a coisa vai, os temas de Frases Desfeitas tendem a se perpetuar – o que mostra que esses “desaforismos” tão atentos ao que é imediato têm tudo para continuar valendo por mais algumas décadas.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou