Siga a Vila

Buscar
Buscar

Elisa Branco: Uma Vida em Vermelho

Por: R$ 74,90

Preço a vista: R$ 74,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 74,90
Outras formas de pagamento
Elisa Branco: Uma Vida em Vermelho

Grupo Livros

AutorJorge Ferreira
ISBN9786558020851
TítuloElisa Branco: Uma Vida em Vermelho
EditoraCivilização Brasileira
Ano de Edição2023
IdiomaPortuguês
Número de Páginas266
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura22,5
Largura15,5
Profundidade1,5
Peso420
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopseEm Elisa Branco: uma vida em vermelho, o historiador Jorge Ferreira narra a vida da comunista que foi vigiada pelo DOPS por quase quatro décadas, resgatando o legado de um dos maiores símbolos brasileiros da luta pela paz.   Pela primeira vez, a vida de Elisa Branco – costureira de Barretos/SP que se tornou militante do PCB e ativista pela paz – é contada para o grande público. Admiradora de Luiz Carlos Prestes, foi presa por abrir uma faixa contra o envio de soldados brasileiros à Guerra da Coreia, no dia 7 de setembro de 1950, durante desfile militar na cidade de São Paulo. A campanha pela sua libertação correu o mundo, fazendo de Elisa Branco símbolo da resistência contra a opressão política. Em 1952, recebeu, na União Soviética, o Prêmio Internacional Stalin da Paz, a maior distinção que um comunista poderia alcançar. Elisa, no entanto, foi esquecida. Ela desapareceu dos livros escritos por militantes comunistas e por historiadores. Elisa Branco: uma vida em vermelho rompe com esse esquecimento e devolve Elisa à história do PCB e da própria sociedade brasileira. Para a escrita do livro, o historiador Jorge Ferreira teve acesso a relatórios do DOPS – que vigiou Elisa Branco por quase quatro décadas –, memórias redigidas por ela, a imprensa comunista e entrevistas com amigos e familiares. Do nascimento até sua morte, conhecemos não apenas sua militância no PCB, mas também sua vida privada, como a convivência com o marido Norberto e as filhas. Elisa Branco: uma vida em vermelho é uma contribuição ao que ficou conhecido como História das Mulheres e uma oportunidade para leitores e leitoras conhecerem a história do PCB e da política brasileira.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio