0
0
Arquipélago Gulag
Autor:
Cód:
9788569002666

Arquipélago Gulag

Autor:
Cód:
9788569002666

Disponibilidade

Não é possível calcular o valor do Frete para o CEP informadoPrazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

Por: R$ 139,90ou X de

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 139,90
  • 2X de R$ 69,95 sem juros
Outras formas de pagamento
Opções de pagamento >
Comprar
Sinopse
Ficha Técnica

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Sinopse

Descrição do Produto

Arquipélago Gulag

Grupo Livros

AutorAleksandr Soljenitsin
ISBN9788569002666
TítuloArquipélago Gulag
EditoraCarambaia Ilimitada
Ano de Edição2019
IdiomaPortuguês
Número de Páginas704
País de OrigemBrasil
AcabamentoEncadernado
Altura23,5
Largura15
Profundidade4,8
Peso1176
FormatoFísico
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volumevazio
SinopseArquipélago Gulag, obra-prima do russo Aleksandr Soljenítsyn (1918-2008), prêmio Nobel de Literatura, foi escrita clandestinamente entre 1958 e 1967. Para contar a história, construída a partir do testemunho de 227 sobreviventes dos campos do Gulag, na União Soviética, Soljenítsyn precisou montar uma verdadeira operação secreta. Passou duas temporadas em um sítio na Estônia, longe da vigilância soviética, onde escreveu a maior parte do texto. Com o manuscrito pronto, aquartelou-se em uma casa de campo próxima a Moscou, onde revisou, datilografou e microfilmou cada página em 1968. Uma cópia foi entregue a uma amiga francesa, que naquele mesmo ano contrabandeou o livro para fora da cortina de ferro. A primeira edição de Arquipélago Gulag foi lançada em Paris no final de 1973, mesmo ano em que o manuscrito foi descoberto pela KGB. Poucas semanas depois do lançamento, o autor foi preso, acusado de “alta traição”, teve a cidadania soviética retirada e foi obrigado a deixar a URSS. Isso não impediu para o livro fosse traduzido para dezenas de línguas, recebesse críticas positivas e vendesse milhões de cópias. A CARAMBAIA publica agora a obra, traduzida diretamente do russo por Lucas Simone, com Irineu Franco Perpetuo, Francisco de Araújo, Odomiro Fonseca e Rafael Bonavina, pelo selo Ilimitada, a partir da última versão do livro – condensada, apesar de ter perto de 700 páginas. Esse trabalho foi realizado por Natália Soljenítsyn, a pedido do próprio autor, com o intuito de atrair novos leitores, já no final da vida. Os três volumes originais foram reduzidos a um só, preservando a estrutura de capítulos da obra original. A capa foi desenhada por Mateus Valadares. Aleksandr Soljenítsyn nasceu em dezembro de 1918 na cidade de Kislovodsk, entre os mares Negro e Cáspio, quase na fronteira com a Geórgia. Sua mãe, Taisiya, tinha ascendência ucraniana e seu pai, Isaakiy, morto em um acidente poucos meses antes do nascimento de Aleksandr, era um agricultor rico e oficial do Exército Imperial russo. Desde sua juventude teve uma relação conflituosa com o governo bolchevique. Seu berço social – uma família de origem mujique (camponesa), dona de terras até antes da Revolução – representava, por si só, um problema. Foi um admirador de Lenin, mas nunca se entusiasmou com Stalin. Seu rompimento definitivo com governo socialista viria só na época da Segunda Guerra Mundial. Em fevereiro de 1945, já desiludido com o rumo político da URSS, escreveu uma carta a um amigo criticand
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio

Quem viu, também comprou