Buscar
Buscar

entrega-expressa

A Ditadura Derrotada: o Sacerdote e o Feiticeiro

Por: R$ 99,90

Preço a vista: R$ 99,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 99,90
Outras formas de pagamento
A Ditadura Derrotada: o Sacerdote e o Feiticeiro

Grupo Livros

AutorElio Gaspari
ISBN9788580574326
TítuloA Ditadura Derrotada: o Sacerdote e o Feiticeiro
EditoraIntrínseca
Ano de Edição2014
IdiomaPortuguês
Número de Páginas612
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura23
Largura16
Profundidade3,4
Peso786
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
Volume3
SinopseDurante os últimos trinta anos, o jornalista Elio Gaspari reuniu documentos até então inéditos e fez uma exaustiva pesquisa sobre o governo militar no Brasil. O resultado desse meticuloso trabalho gerou a obra mais importante sobre a história recente do país, e que acaba de ganhar uma edição revista e ampliada. A obra é dividida em dois conjuntos: As ilusões armadas e O sacerdote e o feiticeiro . Publicada originalmente em 2002, As ilusões armadas reúne os livros A ditadura envergonhada e A ditadura escancarada , e recebeu o prêmio de Ensaio, Crítica e História Literária de 2003, concedido pela Academia Brasileira de Letras. Nos primeiros anos após o golpe de 1964, o governo militar ainda relutava em se assumir como uma ditadura, daí o título A ditadura envergonhada. Mas com a edição do AI-5, no final de 1968, que suspendeu direitos constitucionais, ela se revela. Em A ditadura escancarada, são reconstituídos os momentos mais tenebrosos do regime, como a prática da tortura contra os opositores do regime e a violência empregada contra os guerrilheiros do Araguaia, um dos últimos núcleos de resistência política. Os personagens centrais de O sacerdote e o feiticeiro são respectivamente os generais Ernesto Geisel e Golbery do Couto e Silva. A ditadura derrotada detalha os antecedentes desses dois importantes personagens, concentrando-se na articulação que os levou ao poder e também na vitória do partido de oposição nas eleições de 1974. A ditadura encurralada , quarto volume, culmina com a exoneração do general Sylvio Frota do cargo de ministro do Exército. Naquele momento, o presidente Ernesto Geisel punha um ponto final na anarquia militar que tomava conta do país.
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio