Siga a Vila

Buscar
Buscar

A Cabeça Cortada de Dona Justa

Por: R$ 59,90

Preço a vista: R$ 59,90

+-
Comprar
Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 59,90
Outras formas de pagamento
A Cabeça Cortada de Dona Justa

Grupo Livros

AutorRosa Amanda Strausz
ISBN9786555322286
TítuloA Cabeça Cortada de Dona Justa
EditoraRocco
Ano de Edição2022
IdiomaPortuguês
Número de Páginas0
País de OrigemBrasil
AcabamentoBrochura
Altura21
Largura14
Profundidade2
Peso300
OrigemBrasil
Serie/Coleçãovazio
SinopseUma gigantesca sesmaria, doada por um nobre português a um cirurgião-barbeiro francês, é alvo de disputa e maldição. Quando um feitor ambicioso desonra o corpo e a história de uma sacerdotisa escravizada, é a terra quem sofre e, com ela, Dona Justa, a rezadeira que é herdeira por direito. Seus poderes lhe diziam que aquela terra estava ligada ao seu destino – dela e de seus descendentes. O sofrimento marcado na terra e cortado pela água não se esvai, só supura como ferida inflamada. Sete gerações ali viveram, cada uma deixando sua marca. A chuva persistente que não penetra a terra árida e sofrida, os recém-nascidos enterrados, a infestação de cobras, o canto fantasmagórico que vem do rio... Como é possível quebrar um feitiço escrito na própria alma de um lugar? Um romance misterioso e sombrio, que viaja entre séculos, gerações e crenças, A cabeça cortada de Dona Justa é um exemplo magistral do realismo fantástico brasileiro. "Já estava na hora da autora do ótimo Sete ossos e uma maldição se aventurar e escrever um livro para assustar os adultos. Rosa Amanda Strausz nos enreda em uma narrativa que perpassa gerações, com muito misticismo e boas surpresas." – Raphael Montes "Rosa Amanda Strausz nos presenteia com uma narrativa vívida, cheia de movimento, humor e um poder sensorial impressionante. Unindo com graça e sabedoria o melhor de dois mundos – a tradicional Europa e a rica e sincrética cultura brasileira –, a autora compõe uma obra espirituosa e envolvente." – Cíntia Moscovich "Rosa Amanda Strausz é uma bruxa que domina as palavras. Entre imaginação e memória não há fronteira fechada. O que acontece cá apavora ou reaviva o lado de lá. Tenha coragem pra atravessar a porteira, porque ''''um fato, por pior que seja, nunca é pior do que o medo que temos dele''''!" – Maria Valéria Rezende
Edição1
LivroDigitalvazio
PrevendaVazio